Integração da comunicação para atrair o turista internacional
4 agosto

Integração da comunicação para atrair o turista internacional

Embratur aposta no fortalecimento da imagem como parte do alinhamento estratégico da nova agência

“Precisamos buscar modelos vitoriosos para trabalhar na relação com o trade, estados e municípios”, afirmou o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, durante abertura do 1º Seminário Embratur de Alinhamento Estratégico, que ocorreu nestas quarta (2) e quinta-feira (3). Segundo ele, alguns dos concorrentes do Brasil (Argentina, o México, o Peru e a República Dominicana) têm investido fortemente em estratégias turísticas, com destaque para a comunicação da imagem.

Dentre as ações desenvolvidas por esses países estão as campanhas on-line, publicidade dos destinos, atualização de portais, investimento em realidade virtual e lançamento de aplicativos, conforme apresentou estudo recente realizado pela Embratur e que teve como base os dados de mercado mais recentes gerados pela Euromonitor International, pelos EBTs (Escritórios Brasileiros de Turismo) da autarquia e pelo Fórum Econômico Mundial. “Queremos dar continuidade ao trabalho de promoção internacional do turismo do País. Por isso, precisamos incrementar nossos esforços para apontar a uma nova Embratur”, destacou Lummertz.
RECOMENDADO PARA VOCÊ

Atualmente, a Embratur conta com sete agências responsáveis pela promoção do trabalho do Instituto junto ao público nacional e internacional. “Este seminário, além de apresentar estratégias e metas para fortalecer o turismo do Brasil, tem por finalidade o compartilhamento de informações, o alinhamento de estratégias e a promoção de uma maior integração entre as equipes da autarquia e das empresas colaboradoras”, informou o presidente do Instituto.

De acordo com recém-empossado diretor de Marketing e Relações Públicas (Dmark) da autarquia, Walter Vasconcelos, este alinhamento é importante para alavancar o turismo brasileiro para os visitantes internacionais. “Com essa estratégia integrada, e com a transformação da Embratur em agência, teremos reais condições de projetar para 2022 um receptivo de cerca de 12 milhões de turistas internacionais para o Brasil”, enfatizou.

O Seminário, que aconteceu na sede do Instituto, contou com a participação dos dirigentes (presidente, chefe de gabinete e diretores), assessores, coordenadores e chefes de divisão da Embratur, como também representantes das empresas colaboradoras deste Instituto.

Fonte: Embratur

Deixe uma resposta